ADVB/SC apoia o evento Social Good Brasil

ADVB/SC apoia o evento Social Good Brasil

ADVB/SC apoia o evento:

Últimos dias de inscrições para o Seminário Social Good Brasil

Evento gratuito e inédito no Brasil vai debater o papel das tecnologias, novas mídias e pensamento inovador para transformação social

Terminam na próxima segunda-feira (5) as inscrições para o Seminário Social Good Brasil, evento que acontece em Florianópolis nos dias 6, 7 e 8 de novembro, com palestras de especialistas internacionais e nacionais nas áreas de inovação, mídias sociais, branding, empreendedorismo e novas tecnologias. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site http://socialgoodbrasil.org.br/. As palestras serão realizadas no teatro do Centro Integrado de Cultura (CIC) e transmitidas por livestreaming (ao vivo via Internet) durante toda a programação. O público-alvo vai desde empreendedores, líderes comunitários, profissionais autônomos, voluntários, estudantes e jovens, a empresas, negócios sociais, ONGS e organizações de fomento e pesquisa.

Programação

O autor do best-seller “We First”, Simon Mainwaring, abre o seminário Social Good Brasil no dia 6, às 19h. Consultor de empresas como Google, General Motors e Gucci, Mainwaring é considerado um dos maiores especialistas em branding e mídias sociais dos Estados Unidos. Pela primeira vez no Brasil, ele apresentará formas de utilizar as mídias sociais para construir marcas lucrativas e de impacto positivo e que contribuam para mudanças sustentáveis. Um dos destaques nacionais no primeiro dia do evento é Mauro Segura, autor do blog “A Quinta Onda” e diretor de Marketing e Comunicação da IBM Brasil.

No dia 7 de novembro, o participante inscrito poderá conferir as principais histórias e casos de como as pessoas e instituições utilizam as tecnologias para transformação social. Haverá um panorama às 13h sobre o movimento Social Good no mundo e o impacto da proposta no Brasil. Entre os casos que compartilharão suas experiências, estão o “Games for Change Latin America” do diretor Gilson Schwartz, e a plataforma “Cidade Democrática”, fundada por Rodrigo Bandeira. Também haverá um painel com Hernán Efrón, do planejamento e desenvolvimento de novos negócios da Engage, fundadora do Catarse, plataforma de financiamento coletivo. A palestra de Beth Kanter, considera a mulher mais influente em tecnologia” pela Fast Company Magazine, finaliza o segundo dia do seminário. Beth vai falar sobre capacitação, captação de recursos e marketing no terceiro setor.

No último dia de seminário, o destaque internacional é Peter Sims, especialista nos temas de inovação e empreendedorismo. Autor do best-seller “Little Bets” (“Pequenas Apostas”), Sims vai mostrar como a inovação nas empresas pode vir a partir de pequenos investimentos, sem correr grandes riscos. Para demonstrar os fatores que impulsionam a inovação no âmbito nacional, participarão do seminário Reinaldo Pamponet, sócio fundador da It´s Noon, rede social sobre economia criativa; Rodrigo Cunha, embaixador-sênior do TEDx na América Latina, evento que conta com conferências de diversos temas; Renato Kiyama, diretor da Artemisia, organização incentivadora de negócios sociais e Edgard Morato, sócio-fundador da Saútil, site que orienta a utilização dos serviços públicos de saúde.

Durante o seminário , serão apresentados os projetos finalistas do Festival de Ideias na categoria Social Good Brasil, na qual o principal requisito é que tecnologia e pensamento inovador sejam as principais ferramentas para mudança social. Oito finalistas do Festival, de alcance nacional, estarão no seminário em busca de um investimento inicial para sua ideia.

Autor do best-seller de negócios “We First” palestra sobre mídias sociais em Florianópolis

Pela primeira vez no Brasil, o australiano Simon Mainwaring vai falar sobre o uso das novas tecnologias para o bem social

Com o tema “Um mundo novo, novas tecnologias e novas formas de ter impacto social”, Simon Mainwaring abre o Seminário Social Good Brasil (http://socialgoodbrasil.org.br/), que começa em Florianópolis no dia 6 de novembro, a partir das 19h. Mainwaring é autor do livro “We First”, indicado como “Best Marketing Book de 2011” pela strategy+business, “Top 5 Marketing Book de 2011” pela 800-CEO-Read e “Top 10 Business Book of 2011” pela Amazon. O título de seu livro, “We First” é também uma crítica ao comportamento “Me First”, que levou à crise econômica global de 2008 e a diversas crises humanitárias ainda não solucionadas.

Considerado um dos maiores especialistas em branding e mídias sociais nos Estados Unidos, Mainwaring também é consultor de empresas como Google, General Motors e Gucci Group. Ministrou palestras no Festival de Publicidade em Cannes, no Social Good Summit e no Social Media Week. Ele defende como marcas e consumidores podem usar as mídias sociais para construir um mundo melhor, engajando as forças de mercado para o bem social.

Mainwaring falará sobre uma nova prática de capitalismo, que relaciona lucratividade e transparência e em que cada transação gera uma contribuição para melhorar o planeta, sistema chamado de “consumo contribuidor”. No seminário, Mainwaring apresentará formas de utilizar as mídias sociais para construir marcas lucrativas e de impacto positivo, ao mesmo tempo em que contribuam de fato para mudanças sociais sustentáveis.

Palestrantes nacionais

No primeiro dia de seminário, Mauro Segura, autor do blog “A Quinta Onda” e diretor de comunicações da IBM Brasil, falará sobre comportamento e comunicação na era digital. Em seu blog, Segura posta conteúdos a respeito das transformações que as mídias sociais estão causando nas relações sociais e no ambiente de trabalho. Também participarão Alcely Barroso, executiva de Cidadania Corporativa da IBM Brasil, Paulo Castro, do Instituto C&A e Françoise Trapenar, presidente da Fundação Telefônica Vivo.

Sobre o Social Good Brasil

O termo Social Good significa “bem social” e o seu conceito, criado nos Estados Unidos, explica o fenômeno de usar novas tecnologias e o pensamento inovador para apoiar causas e solucionar problemas na sociedade.O Programa Social Good Brasil foi criado em fevereiro deste ano, inspirado no Social Good Summit, evento que reúne anualmente grandes nomes da tecnologia e do terceiro setor em Nova York. Tem três principais objetivos: disseminar o uso das tecnologias para a mudança social; identificar e apoiar experiências inovadoras e oferecer ferramentas e capacitações para iniciativas na área.

O Social Good Brasil é uma iniciativa do Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom), do Instituto Voluntários em Ação (IVA) com o apoio da Fundação Telefônica Vivo, Instituto C&A e IBM Brasil.

Beth Kanter palestra em Florianópolis sobre marketing no terceiro setor

Influente blogueira americana vai mostrar como captar recursos para organizações sem fins lucrativos pelas redes sociais

A autora do livro “The networked nonprofit” (no Brasil,“Mídias Sociais Transformadoras – Ação e Mudança no Terceiro Setor”), Beth Kanter, considerada a mulher mais influente em tecnologia pela Fast Company Magazine e “Mulher Inspiradora” pela PepsiCo, será destaque no segundo dia de palestras do Seminário Social Good Brasil (http://socialgoodbrasil.org.br/), que acontece de 6 a 8 de novembro em Florianópolis. Beth explicará como organizações e entidades sem fins lucrativos podem defender de modo mais eficaz suas causas por meio de um uso inteligente das redes sociais, com base na confiança e transparência – tema principal de seu bestseller. A palestrante também é autora de um dos blogs mais antigos e populares do terceiro setor, o Blog da Beth (http://www.bethkanter.org), e atua como CEO da Zoetica, prestadora de serviços de marketing on line a ONGs e empresas socialmente responsáveis.

Em seu livro, Kanter apresenta como captar recursos para ajudas humanitárias ou pesquisas e apresentará exemplos bem sucedidos desenvolvidos na web. “Uma constante na vida é que os seres humanos querem e precisam se conectar uns aos outros de modo significativo. Essas conexões são feitas por redes sociais, que são os meios para as conversações que geram as mudanças sociais. O trabalho de organizações sem fins lucrativos é catalisar e gerenciar essas conversações”, defende Kanter.

A blogueira mostra que as organizações podem se integrar às mídias sociais para construção de rede e marketing de relacionamento. Com mais de 30 anos de experiência no setor social em tecnologia, treinamento, capacitação de recursos e marketing, Kanter foi considerada a mulher mais influente em tecnologia pela Fast Company Magazine e “Mulher Inspiradora” pela PepsiCo.

Palestrantes nacionais

Na programação nacional, está prevista a apresentação de casos de sucesso na área. Entre os casos convidados que compartilharão sua experiência estão o “Games for Change Latin America“, por Gilson Schwartz, primeira rede latino-americana destinada a pesquisar, inovar e valorizar a relação entre jogos, aprendizagem e transformação social; e a plataforma Cidade Democrática, fundada por Rodrigo Bandeira, que permite que cidadãos comuns, políticos e iniciativa privada apontem soluções e alternativas para problemas locais. Hernán Éfron e Daniel Weimann, do Catarse e do Engage, plataformas de financiamento coletivo, vão falar sobre o poder das novas tecnologias na mobilização de recursos. Também participará da programação a coordenadora de Marketing Digital do Greenpeace Brasil, Amanda Fazano.

Sobre o Social Good Brasil

O termo Social Good significa “bem social” e o seu conceito, criado nos Estados Unidos, explica o fenômeno de usar novas tecnologias e o pensamento inovador para apoiar causas e solucionar problemas na sociedade.O Programa Social Good Brasil foi criado em fevereiro deste ano, inspirado no Social Good Summit, evento que reúne anualmente grandes nomes da tecnologia e do terceiro setor em Nova York. Tem três principais objetivos: disseminar o uso das tecnologias para a mudança social; identificar e apoiar experiências inovadoras e oferecer ferramentas e capacitações para projetos na área.

O Social Good Brasil é uma iniciativa do Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom), do Instituto Voluntários em Ação (IVA) com o apoio da Fundação Telefônica Vivo, Instituto C&A e IBM Brasil.

Autor de “Little Bets” fala sobre estratégias de inovação e empreendedorismo em Florianópolis

Conselheiro de empresas renomadas, o americano Peter Sims defende investimentos a partir de pequenas apostas

O destaque para o último dia de palestras do seminário Social Good Brasil (http://socialgoodbrasil.org.br/), que acontece no período de 6 a 8 de novembro em Florianópolis, é o autor do livro “Little Bets – How Breakthrough Ideas Emerge from Small Discoveries” (em português “Pequenas apostas – como ideias inovadoras emergem de pequenas descobertas”), Peter Sims. Seu bestseller foi considerado um dos seis melhores livros para empreendedores pelo Wall Street Journal e um dos melhores na literatura de negócios pelo The Washington Post, Inc. Magazine e AmEx. A obra é baseada em uma pesquisa com 200 empreendedores: executivos de grandes empresas, equipes de desenvolvimento de softwares, comediantes e arquitetos.

O título de seu livro “Little Bets”, tem relação com o pensamento estratégico de como pequenos investimentos podem trazer grandes recompensas e inovação às corporações sem grandes riscos. A ideia é pensar grande e executar de modo pequeno. “Pequenas apostas são ações concretas para descobrir, testar e desenvolver ideias alcançáveis e factíveis. Começam com possibilidades criativas que são trabalhadas e refinadas, e são particularmente valiosas em ambientes de incerteza, para criar algo novo ou para resolver problemas abertos”, afirma Sims.

Além de autor renomado, Peter Sims também é consultor nas áreas de empreendedorismo e inovação de empresas e universidades como Pixar, Elli Lilly, Cisco Systems, Qualcomm e Standfor University. Ele trabalha o conceito de que a inovação deve acontecer por meio do aperfeiçoamento gradativo das ideias originais, no método de tentativa e erro. Isso faz parte do que chama de “mentalidade empreendedora”: os resultados só vem com esforço- são raros os casos em que se tem um produto final inovador ainda nas primeiras etapas de sua concepção. Sims é conhecido por seu discurso motivador e pelo engajamento com o público.

Palestrantes Nacionais

Também participarão do seminário Reinaldo Pamponet, sócio fundador da It´s Noon, rede social sobre economia criativa; Rodrigo Cunha, embaixador-sênior do TEDx na América Latina, evento que conta com conferências de diversos temas; Renato Kiyama, diretor da Artemisia, organização incentivadora de negócios sociais e Edgard Morato, sócio-fundador da Saútil, site que orienta a utilização dos serviços públicos de saúde.

Sobre o Social Good Brasil

O termo Social Good significa “bem social” e o seu conceito, criado nos Estados Unidos, explica o fenômeno de usar novas tecnologias e o pensamento inovador para apoiar causas e solucionar problemas na sociedade.O Programa Social Good Brasil foi criado em fevereiro deste ano, inspirado no Social Good Summit, evento que reúne anualmente grandes nomes da tecnologia e do terceiro setor em Nova York. Tem três principais objetivos: disseminar o uso das tecnologias para a mudança social; identificar e apoiar experiências inovadoras e oferecer ferramentas e capacitações para iniciativas na área.

O Social Good Brasil é uma iniciativa do Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICom), do Instituto Voluntários em Ação (IVA) com o apoio da Fundação Telefônica Vivo, Instituto C&A e IBM Brasil.

Festival de Ideias premiará projetos que utilizem a tecnologia para mudança social

Uso de novas mídias e inovação serão decisivos na seleção das propostas

A terceira edição do Festival de Ideias, evento e plataforma web que busca promover o empreendedorismo e inovação por meio de uma rede colaborativa entre empresários, investidores e público em geral, está com as inscrições abertas até 26 de outubro. Pela primeira vez, o Festival criou a categoria Social Good Brasil, que seleciona e premia os melhores projetos com o foco nas novas tecnologias, mídias e pensamento inovador para o bem social. Neste ano, as ideias mais inovadoras nesta categoria serão apresentadas no Seminário Social Good Brasil, que contará com palestrantes nacionais e internacionais reconhecidos nas áreas de mídias sociais, branding, tecnologia e terceiro setor.

A ideia de Seiji Fujita, que propõe a descentralização de ações de entidades nacionais e internacionais do terceiro setor através da criação de “Pontos Sociais”, atuando de forma efetiva nos problemas regionais e locais, é uma solução Social Good que está entre as mais populares da plataforma. A intenção é focar na atuação local, através da representação de entidades do terceiro setor. O projeto “Além do que se vê”, que propõe a inclusão dos cegos na contemplação da arte contemporânea, também está entre os destaques nessa categoria. Os principais temas que serão abordados pelos projetos no Festival deste ano são: Redes de Aprendizagem, Crowdbusiness, Voluntariado e APPs.

Foco na cocriação

No dia 16 deste mês aconteceu o primeiro evento de cocriação presencial do Festival de Ideias em Florianópolis, que produziu um brainstorming coletivo através da troca de experiências e debate com os interessados em participar da plataforma e evento. O encontro aconteceu simultaneamente em São Paulo. O projeto não precisa estar completo, já que o foco neste ano é para as cocriações, a fim de estimular a participação e interação entre os diversos participantes. Qualquer ideia pode contar com a contribuição de outros.

Na última etapa, dia 8 de novembro, serão divulgadas as ideias que receberão o investimento-semente (seedmoney), voltado para a execução do projeto. Os valores ainda não foram determinados, pois dependerá de cada ideia e de suas características. A preferência será para as que sejam realizadas com pouco investimento, já que o objetivo é selecionar o maior número de ideias possível.

O Festival de Ideias é uma plataforma colaborativa que seleciona e premia projetos que solucionem problemas do cotidiano da sociedade. O programa é organizado pelo Centro Ruth Cardoso, com alcance nacional, e está na terceira edição, desde que iniciou em 2011. Atualmente estão circulando 334 ideias, com quase 400 colaborações em diversos projetos e mais de 1.200 participantes em comunidades online. Inscrições e mais informações pelo site http://festivaldeideias.org.br

CALENDÁRIO

O Festival de Ideias Social Good Brasil será pautado pelas seguintes datas para 2012:

16 de outubro – Reunião de cocriação presencial em Florianópolis, das 18h às 21h.

Local: Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia – Acate. Rua Lauro Linhares, 583, 3º andar, bairro Trindade – Florianópolis (SC).

26 de outubro – Finalização das inscrições

31 de outubro – Divulgação pública (site e blog oficial) das ideias selecionadas para participar da segunda etapa do Festival de Ideias 2012, na categoria Social Good Brasil

06, 07 e 08 de novembro – Realização do Festival de Ideias Social Good Brasil, no CIC-Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis

08 de novembro – Divulgação das ideias que receberão o estímulo em dinheiro