O Mercado de Energia Elétrica

O Mercado de Energia Elétrica

O crescimento do consumo de energia elétrica no País, no ano de 2006, foi de 3,8%. A classe industrial responde por 44% do consumo total, a residencial por 25%, com a mais alta taxa de atendimento de serviços público brasileiro, abrangendo 97% das residências, e o setor de comércio e serviços, com 16%. Os demais 15% são utilizados pelo serviço público e pelo setor rural. Para o ano de 2007, a perspectiva é que o mercado de energia elétrica tenha um crescimento superior ao de 2006, atingindo 5,3%, com crescimento do consumo na indústria de 4,6%, da classe residencial em 6,0% e do setor de serviços de 6,6%.

Neste contexto, o mercado livre de energia já representa aproximadamente 24% do mercado total de fornecimento, e 55% do consumo industrial, e apresenta um potencial de crescimento acima da média do mercado cativo, suprido pelas distribuidoras de energia elétrica. Nossa expectativa é que este segmento cresça significativamente nos próximos anos, incluindo a adesão de empresas do setor de serviços, beneficiadas com a entrada em vigor da Resolução 247 da Aneel, de dezembro de 2006, que passou a permitir que empresas de menor carga passem a ser clientes livres, através da associação de unidades consumidoras, com comunhão de interesses de fato ou de direito, para juntas atingirem uma demanda igual ou superior a 500 kW, desde que a compra de energia seja realizada, obrigatoriamente, através de fontes incentivadas pelo governo. Ou seja, agora podem associar-se, para fins de compra de energia, diversas unidades de uma mesma empresa, desde que comprem energia elétrica de fontes incentivadas.

A Tractebel ganhou participação neste mercado no exercício de 2006, alcançando 12,5% contra 10,2% no mesmo período em 2005, e mantém a vice-liderança nacional neste mercado. Hoje já são mais de 100 grandes consumidores industriais que compram energia diretamente da Tractebel Energia, representando aproximadamente 36 % do total de energia vendida pela Empresa. Estes contratos são atrativos tanto para estes consumidores quanto para a Tractebel Energia, pela flexibilidade que proporcionam no atendimento de necessidades específicas em cada situação.

Manoel Arlindo Zaroni Torres
Presidente Tractebel Energia

×

Olá!

Envie sua mensagem pelo WhatsApp

× Informações